Pequenas Empresas Grandes Negócios: 3 Dicas Simples para Iniciar seu Próprio Negócio

By Cláudio Silva | Dinheiro e Negócios

mar 27

Pequenas Empresas Grandes Negócios é um dos termos de pesquisa mais procurados na internet nos dias de hoje. A crise econômica do país, o fechamento de empresas e as demissões em massa fizeram que milhares de pessoas procurassem formas de empreender.

Mas criar uma empresa não é nada fácil. Além disso, dependendo do negócio, o investimento pode ser muito alto. Por isso, a maioria das pessoas buscam alternativas de negócios pequenos, mas com alto potencial de lucro.

Se você é uma das pessoas interessadas em pertencer ao grupo de pessoas que possuem pequenas empresas grandes negócios, esse artigo é para você. Preparamos 3 dicas interessantes e muito simples para você iniciar seu próprio negócio com baixo investimento, mas com altos retornos.

O que são Pequenas Empresas Grandes Negócios?

Pequenas empresas grandes negócios é um termo conhecido, que se popularizou muito com o programa de televisão de mesmo nome, também conhecido como PEGN. O programa tem a finalidade de mostrar casos de sucesso, dando dicas para os espectadores.

o que são pequenas empresas grandes negócios

Moose Photos at Pexels

Mas, para explicar o termo, podemos dizer que pequenas empresas grandes negócios são empresas de estrutura enxuta, com poucos funcionários, mas com alto faturamento e lucratividade.

Dentre os casos de sucesso apresentados, podemos perceber alguns pontos em comum que são responsáveis pelo sucesso dessas empresas. Veja a seguir as 3 dicas prometidas para você começar seu negócio lucrativo.

Dica 1 – Escolha um Negócio Escalável

Em linhas gerais, um negócios escalável é aquele que consegue aumentar constantemente o faturamento, sem a necessidade em aumentar os custos.

rawpixel.com at Pexels

As principais características de um negócio escalável são: padronização, replicabilidade e automatização.

  • A padronização dos produtos da empresa permite a manutenção dos custos.
  • Um produto padronizado é fácil de ser replicado, ou seja, produzido várias vezes com o mesmo processo.
  • Um produto padronizado e replicável, permite ao empresário adotar processos automatizados, diminuindo o tempo de produção e entrega de produtos aos clientes.

Um negócio construído desde o início com as características citadas, tem capacidade de aumentar rapidamente seu faturamento, mantendo os custos constantes e possuindo margens de lucro cada vez maiores.

O ramo de negócio com maior potencial para ser escalável é o de internet e tecnologia. O comércio de aplicativos ou cursos online são exemplos de negócios que atingem cada vez mais clientes, sem aumentar seus custos. Um único produto, produzido uma única vez, pode ser entrega para milhares de pessoas.

Mas o ramo de lojas físicas também pode adotar as características de negócio escalável. Nesse caso, o negócio pode ser escalável localmente, atraindo mais clientes através de marketing efetivo, ou através da expansão para novas regiões. As franquias são exemplos desse sistema.

Por isso, a primeira dica para ter uma pequena empresa com grandes negócios é escolher um ramo de negócio escalável.

Dica 2 – Faça um curso para se especializar

Depois de escolher um ramo de negócio escalável, especialize-se no assunto. Para tanto, procure cursos que o ensine a construir e administrar seu negócio.

Mas escolha cursos de valor. Ou seja, aqueles que vão te entregar uma grande quantidade de informações e com alta qualidade. Investir em conhecimento é, sem sombra de dúvidas, o melhor investimento para ter uma empresa de sucesso.

[penci_blockquote style=”style-1″ align=”none” author=””]Investir em conhecimento é, sem sombra de dúvidas, o melhor investimento para ter uma empresa de sucesso[/penci_blockquote]

Dica 3 – Comece Pequeno e Depois Cresça

Muitas pessoas pensam que é muito complicado montar uma empresa no Brasil. Não diria ser complicado, mas de realmente é um processo burocrático.

pessoas fechando negocios

rawpixel.com at Pexels

No entanto, não considere isso um empecilho para iniciar sua pequena empresa e obter grandes negócios. Se você não quer enfrentar a burocracia de abrir uma empresa agora, comece pequeno.

Na verdade, existem alguns negócios que não necessitam da abertura de empresa com CNPJ para iniciar. O ramo de vendas diretas e marketing de rede, por exemplo, são negócios escaláveis que você pode desenvolver somente com o seu CPF. Assim como o ramo de marketing de afiliados.

Mas o fato de você começar pequeno não quer dizer que você não posso crescer. Pelo contrário, já que a característica de um negócio escalável é seu crescimento rápido.

Assim, se você iniciou seu negócio com o CPF, você pode evoluir para empresário individual, obtendo os benefícios do CNPJ. Depois, a medida que o negócio cresce, poderá necessitar da abertura formal de uma microempresa, e assim por diante. O céu é o limite. Mas agora sua empresa terá capital suficiente para contratar um bom contador que cuidará da burocracia para você.

[penci_related_posts dis_pview=”no” dis_pdate=”no” title=”Veja também…” background=”” border=”” thumbright=”no” number=”4″ style=”grid” align=”none” withids=”” displayby=”recent_posts” orderby=”rand”]

3 Dicas Bônus – Negócios Recomendados para Pequenas Empresas Grandes Negócios

Já citamos acima alguns exemplos de negócios escaláveis. Mas queremos ainda destacar 3 ramos de atuação que são escaláveis, e que você pode obter maiores informações agora mesmo.

Marketing de Afiliados

O ramo de marketing de afiliados cresceu muito no Brasil nos últimos anos. Mas a boa notícia é que ele ainda está em alta e você pode aproveitar para começar um novo negócio.

criando um blog

rawpixel.com at Pexels

O marketing de afiliados é muito procurado por ser escalável. Também por ser possível iniciar apenas com um CPF, sem a necessidade de CNPJ. Além disso, pode ser realizado de casa, e com baixíssimo custo.

Em linhas gerais, consiste em recomendar produtos digitais ou físicos em sites, blogs e redes sociais. Se um produto for vendido através de uma recomendação sua, você recebe uma comissão. Nesse caso, todo o processo de venda é realizado pelo criador do produto, cabendo a você se preocupar em indicar o produto para o maior número de pessoas possível.

Se você achou interessante esse ramo de negócios e quer mais informações, veja os seguintes links:

  1. Artigo sobre Marketing de Afiliados utilizando a Hotmart
  2. Curso Fórmula Negócio Online
  3. Análise (Review) do curso Fórmula Negócio Online

Sabonetes Artesanais

Engana-se quem pensa que um negócio escalável precisa ser na internet ou um produto industrializado. Mas os produtos artesanais são tendência de mercado e cada vez conquistam mais adeptos. Se você souber utilizar as características de um negócio escalável no ramo de produtos artesanais, certamente conseguirá ter grandes lucros com pouco investimento.

negócio de sabonetes artesanais

Pixabay at Pexels

Dentre vários nichos de produtos artesanais, existe um com alto potencial que ainda é pouco explorado. Trata-se do ramo de sabonetes artesanais. Nesse ramo, não se vende somente sabonetes, mas uma infinidade de produtos de saboaria. O diferencial é a utilização de produtos naturais, mais saudáveis para a pele e o cabelo, em detrimento aos produtos industrializados.

Os custos de uma saboaria artesanal é bem pequena, e a margem de lucro pode ser altíssima, desde que você invista na qualidade do produto e na sua apresentação (marketing). É um tipo de produto que, por sua exclusividade, é muito utilizado para presentes.

Se você não curte muito trabalhar na internet, esse tipo de negócio pode lhe cair bem. E a fabricação dos produtos pode ser facilmente aprendida. Basta você se especializar.

Então, se você achou a ideia interessante, não deixe de ver as informações nos links abaixo:

  1. Artigo sobre Sabonetes Artesanais
  2. Curso Sabonetes Lucrativos
  3. Análise (Review) do Curso Sabonetes Lucrativos

Marketing de Rede

Embora seja um ramo de negócio polêmico para muitas pessoas, acreditamos que o Marketing de Rede é desenvolvido de forma séria por muitas pessoas e empresas. Não só nós, mas grandes gurus como Robert Kiyosaki, autor do Best Seller Pai Rico, Pai Pobre, também recomendam esse tipo de negócio em seus livros.

ilustração marketing de rede

Pixabay at Pexels

Pixabay at PexelsPor isso, e por ser um negócio escalável e de baixíssimo investimento, registramos aqui como um negócio recomendado para quem quer iniciar pequeno, mas ter grandes lucros.

Ao invés de montar uma rede de lojas, o marketing de rede consiste em construir uma rede de revendedores e/ou consumidores de um determinado produto, de uma determinada empresa. Consiste em convidar pessoas da sua rede de relacionamentos para fazer parte do negócio. Aqueles que aceitarem, serão parte da sua rede, e toda movimentação de produtos realizada por ele, lhe rende uma comissão.

Mas, se você não se animou muito com as recomendações anteriores, talvez se interesse em conhecer um pouco mais sobre o marketing de rede. Clique nos links abaixo:

  1. Artigo sobre o Marketing de Rede
  2. Site dedicado ao Marketing de Rede
  3. Livro Escola de Negócios, de Robert Kiyosaki

Livro Escola de Negócios

Gostou das nossas dicas sobre Pequenas Empresas Grandes Negócios?

Sua participação é muito importante para nós. Estamos nos dedicando todos os dias para trazer o melhor conteúdo para você. Por isso pedimos que você deixe um comentário abaixo, para podermos ter seu feedback.

E se você gostou, não deixe de curtir e compartilhar esse post na sua rede social favorita. Essa informação pode chegar na hora certa para algum amigo seu. Ajude-o a nos encontrar.

Follow

About the Author

Cláudio Silva é Especialista em Educação Financeira e tem como missão pessoal ajudar o Brasil sair da pobreza, ensinando as novas gerações construir riqueza.

>